segunda-feira, 30 de junho de 2014

MARANHÃO-PORTO FRANCO-ARRAIÁ

Festas juninas de Porto Franco encerraram no domingo com show e apresentações culturais 

Terminaram no domingo (29) as programações alusivas ao período festivo que homenageou São João e São Pedro na cidade de Porto Franco no período de 22 a 29 de na Praça da Rodoviária – espaço Cultural Valdemar Pereira.
O prefeito Aderson Marinho Filho e equipe de Secretários e Assessores que tiveram participação na organização da festa se juntaram à centenas de pessoas que foram para o Espaço Cultural vê as apresentações culturais, quadrilhas, boi de orquestra e o show da banda Cabrobó de Pernambuco.
Durante oito noites, diversos grupos de quadrilhas e de bom-meu-boi fizeram apresentações folclóricas e culturais no espaço montado no meio da Praça da Rodoviária, onde também aconteceram vários shows de Forró Pé de Serra. Banda Forró Xique Chique, Pedro Bispo e Banda, Erasmo Costa e Banda Cabrobó entre outros artistas fizeram o complemento da festa portofranquina.


Por Nardele Oliveira-SECOM PMPF
Fotos: Evaldo Jordan
MARANHÃO - CAMPESTRE/SAÚDE

Hospital de Campestre completa 35 dias de funcionamento 24 horas
Construído pelo Governo do estado do Maranhão em parceria com a Prefeitura de Campestre, o Hospital Municipal com 20 leitos e equipado com sala de raios-X, laboratório de análises clínicas, sala de ultrassonografia, enfermaria, farmácia, consultórios médicos e centro cirúrgico. O HMC entrou em funcionamento 24 horas por dia no final do mês de maio.
A casa de saúde funciona com um quadro clínico composto de cinco médicos em diversas especialidades: clínica geral, cardiologia e pediatria. Além de sete enfermeiros e sete técnicos de enfermagem tem ainda os técnicos em radiologia, farmacêuticos laboratoristas e ultrasonografista. 
No HMC Hospital Municipal de Campestre são feitos diversos procedimentos como atendimento a casos de urgência e emergência, clínica médica, suturas e exames laboratoriais e cardiológicos, além de raio-x.


Por atender apenas na baixa complexidade os casos graves são encaminhados para Porto Franco onde o munícipio de Campestre tem pacto, (acordo que permite o encaminhamento do paciente, ficando o município que realizar o atendimento, autorizado a receber os valores referentes aos procedimentos de saúde ao qual o paciente for submetido. Mas, Porto franco só atende na média complexidade e os casos de Alta Complexidade são todos encaminhados para Imperatriz).
De acordo com Camila de Carla,  Diretora do Hospital de Campestre, diariamente são atendidas com consultas médicas e de enfermagem cerca de 70 pessoas, entre homens, mulheres e crianças, maioria dos casos que chegam ao HMC são pacientes como mulheres gestantes ou lactantes e criança de colo.
Antes do funcionamento do hospital, de acordo com informações da Coordenadora Hospitalar Juliana Araújo cerca de 80 encaminhamentos era feitos por dia para o Hospital de Porto Franco. As ambulâncias do munícipio de Campestre faziam em média 20 viagens todos os dias, sempre levando cerca de 3 a 4 pessoas. Essa média de encaminhamentos caiu 90% no mês de junho.
Apesar da boa estrutura física que o hospital possui, procedimentos como parto, internação e pequenas cirurgias ainda não são feitos devido o município não dispor ainda de todos os recursos financeiros necessários para manter esse tipo de atendimento.


ASCOM-PMCM
Fotos: Maurílio Villela
MARANHÃO/ESTREITO-POLÍTICA

Vereador Tavanês é eleito Presidente da Câmara Municipal

Eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Estreito  aconteceu na manhã desta segunda-feira (30) ocasião em que aconteceu também o encerramento do período legislativo referente ao primeiro semestre de 2014.
Para substituir a atual Presidente, Vereadora Mariana Leite a partir de janeiro de 2015 foi eleito hoje o Vereador Tavanes Firmo para o cargo de Presidente ,tendo como Vice-Presidente Helismar Moreira, e Sabrina Passos para Primeira Secretária e Julineide Gomes para o cargo de Segunda Secretária.
A posse da nova mesa diretora só vai acontecer no final do ano, quando vai vencer o mandato de Mariana Leite e toda mesa atual.13 vereadores compõem a Câmara de Estreito. Divididos em dois grupos políticos todos dão sustentação ao governo do prefeito Cicero Neco Morais.

Durante a sessão de desta segunda,  foi anunciado o início do recesso parlamentar, o Secretário de Administração Cássio Baptista e os titulares das pastas do esporte Neto da Sotel e Bruno Brunno Ramoelc do Meio Ambiente participaram da reunião representando o Prefeito Cicero Neco que estava em viagem oficial para São Luis onde participou de reuniões com o Governo do estado e assinou convênios para execução de diversas obras no município de Estreito.  


HISTÓRICO DO NOVO PRESIDENTE:


Tavanes Miranda Firmo é natural da cidade de Estreito, tem 42 anos de idade e foi eleito em outubro de 2012 com 496 votos pelo Partido Trabalhista Cristão-PTC

Com informações: ASCOM-PME - TRE-MA
Fotos: Divulgação
MARANHÃO - ESTADO / ELEIÇÕES 2014
Deoclides Macedo e Valéria homologam candidaturas a Deputado Federal e Estadual  

O ex-prefeito Deoclides Macedo teve o nome aprovado e homologado pela Convenção Estadual do Partido Democrático Trabalhista-PDT para ser candidato a Deputado Federal nas eleições de 5 de outubro deste ano. Deoclides além de ter exercido por três vezes mandato de prefeito na cidade de Porto Franco, foi Deputado Estadual entre 1999 a 2002. Quando prefeito, foi eleito presidente da FAMEM e em 2002 disputou vaga de Vice-Governador na chapa de Jackson Lago, mas foram derrotados depois que o TRE anulou votos do então candidato Ricardo Murad, por causa disso, a votação de José Reinaldo Tavares, apoiado pelo grupo Sarney teve considerada a eleição em primeiro turno com mais de 50% dos votos válidos. Na mesma época Roberto Rocha que hoje teve o nome homologado para ser candidato ao Senado Federal também disputava o cargo de Governador. 
Deoclides Macedo concorrerá em todo o estado, e na região tocantina vai disputar votos com Rosângela Curado-PDT e Pastor Porto-PPS, ambos na mesma coligação.
A Deputada Valéria Macedo-PDT, irmã de Deoclides vai disputar um novo mandato este ano. Ela também teve o nome homologado em Convenção realizada neste domingo em são Luis.
Par o Senado, Deoclides e Valéria vão defender o nome do atual vice-prefeito de São Luis Roberto Rocha-PSB e para o Governo do Estado Flávio Dino do PCdoB que tem como candidato a Vice-Governador o Deputado Federal Carlos Brandão.

Nardele Oliveira - Jornalista
Foto: Divulgação
MARANHÃO - POLÍTICA/ELEIÇÕES 2014

Flávio Dino é confirmado como candidato do PC do B ao governo


A candidatura do ex-presidente da Embratur e ex-magistrado Flávio Dino, 46 anos, ao governo do estado para as eleições de outubro de 2014 foi oficializada na convenção do partido, realizada na manhã deste domingo (29), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana (Cohafuma), em São Luís. O candidato a vice é o deputado federal Carlos Brandão (PSDB).

Junto com o PCdoB, também estão sendo realizadas as convenções do PDT, PSB e PPS. Os outros cinco partidos que participam da coligação em torno de Flávio Dino também estão presentes à convenção: PSDB, PP, PTC, PROS e Solidariedade.
Para Flávio Dino, a justiça social é uma das priodades de sua atuação. "Acreditamos na força de nosso povo. A expectativa é a melhor possivel porque estamos em um grande movimento popular em todo o Maranhão, levando a bandeira da esperança, com justiça social para todos. Nós acreditamos em um Maranhão diferente. Faremos uma bela campanha, que vai ter a marca da generosidade, solidaderidade e da defesa da justiça para todos, da justiça social", disse.

A convenção também oficializou a candidatura do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha, a senador no pleito de outubro deste ano.
MARANHÃO - POLÍTICA/ELEIÇÕES 2014

Em convenção, PMDB confirma candidatura de Lobão Filho 


A candidatura do empresário Lobão Filho (PMDB), 49 anos, ao governo do estado para as eleições de outubro de 2014 foi oficializada na convenção do partido, na sexta-feira (27), no campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). O partido ainda não definiu quem será o candidato a vice.
No mesmo local foram realizadas também as convenções do DEM, PMN, PHS e PT. Todos apoiam a candidatura de Lobão Filho ao governo do estado, pela coligação 'Pra Frente Maranhão', que reúne 18 partidos. Estiveram presentes a governadora Roseana Sarney, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e o senador João Alberto, todos do PMDB, além do presidente nacional da legenda, senador Waldir Raupp.
"Nós começamos hoje uma caminhada rumo a 5 de outubro, mostrando nossas ideias, propostas nas áreas de saúde, educação, infraestrutura, segurança e, principalmente, de ação social da mão do governo na vida de cada família maranhense", declarou Lobão Filho.
PV e PT do B
O Partido Verde e o Partido Trabalhista do Brasil realizaram nesta sexta-feira (27), em São Luís, as convenções que definiram os candidatos que irão concorrer às eleições deste ano. Ambos oficializaram apoio à candidatura de Lobão Filho ao governo do estado.
"Estamos fazendo um trabalho para sempre aumentar o quadro. Temos a previsão de trabalharmos com o quantitativo atual, mas sempre com a tendência de ampliação", afirmou a vice-presidente do diretório estadual do PV, Eliane Alhadef.
A decisão da cúpula foi confirmada pelo dirtório estadual do PT do B. Na proporcional, o partido vai concorrer com 18 candidatos a deputado estadual e 10 a federal. "O partido deve se coligar com outros e nossa expectativa é que o PT do B cresça cada vez mais em nosso estado", disse a presidente do Diretório Estadual do PT do B, Luciana Mendes.

 

TOCANTINS- POLÍTICA/ELEIÇÕES 2014

Marcelo Miranda oficializa candidatura ao governo do Estado do Tocantins 

O ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) foi oficializado no domingo (29), na convenção do partido, como candidato ao governo do Tocantins. Também se integrou à executiva a senadora Kátia Abreu. A votação teve apenas oito votos, devido uma intervenção nacional na representação estadual da legenda.
Durante o evento, o presidente da Comissão Interventora, senador Waldemir Moka (PMDB-MS), disse que essa foi a intervenção mais extrema do País e apostou que a eleição está garantida. A comissão também garantiu a segurança jurídica da candidatura.
O partido abriu procedimento para expulsar os deputados Júnior Coimbra e Augusto Pugliesi com alegação de que eles teriam descumprido os acordos internos do PMDB.
Marcelo Miranda disse que está elegível e que irá governar o Tocantins com planejamento, caso seja eleito. Em seu discurso, ele considerou-se injustiçado e que pretende voltar. “Vamos garantir que esse será o governo que estará mais perto das pessoas, porque essa é a nossa marca registrada”, afirma.
Kátia Abreu questionou os diversos problemas na gestão de Siqueira Campos (PSDB-TO), ex-governador. A senadora também defendeu a intervenção do partido. “A intervenção foi feita aqui para mostrar que o PMDB é um partido que cumpre palavra e que cumpre acordos".
Marcelo Miranda já venceu duas eleições à principal cadeira do Palácio Araguaia. Em 2009, ele foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder econômico e político. Já em 2010, Miranda se elegeu pelo senado, mas a Justiça o impediu de tomar posse porque entendeu que ele estava inelegível.
Ainda na convenção, mais 28 nomes foram inscritos para concorrer a deputado estadual e cinco para federal. 
MARANHÃO-EDUCAÇÃO

Maranhão sobe três posições no ranking das melhores escolas no Enem

A média das escolas maranhenses foi elevada de 478,75, em 2011, para 481,37 em 2012, no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, segundo dados divulgados nesta terça-feira (26), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação.
A evolução do estado deve-se, principalmente, ao crescimento da participação das escolas da rede pública estadual de ensino no exame e à melhoria no desempenho dessas escolas no Enem 2012. O número de escolas estaduais participantes saltou de 106 para 115 escolas, em um universo de 215, em todo o Maranhão, que subiu três posições no ranking nacional.
Além disso, as escolas estaduais elevaram de 441,5 em 2011, para 449, em 2012, a nota das provas objetivas, que consideram as quatro áreas de conhecimento do Enem: ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. O cálculo não inclui a prova de redação.
Segundo dados divulgados pelo Inep, a participação de escolas nas diversas regiões do estado também melhorou. No ranking das dez primeiras escolas com melhor desempenho no estado aparecem além de São Luís, escolas de Caxias, Lago do Junco, Carolina, Bacabal e Imperatriz.
Evolução

O Maranhão também avançou na proficiência (desempenho em aprendizagem). Nenhuma escola ficou com média abaixo de 400 na média calculada pelo Inep/MEC.

Em 2011, cinco escolas estavam abaixo dessa média, dessas, três estavam entre as cinco piores do país. Em 2012, apenas uma escola maranhense ainda está entre as 20 piores da federação. A elevação do desempenho das escolas em aprendizagem ocorreu praticamente em todas as escolas que participaram do exame.
MARANHÃO-POLÍTICA
Roseana anuncia que vai abandonar a política partidária
A governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), vai abandonar a política assim que deixar o Palácio dos Leões, em janeiro de 2015. O anúncio foi feito numa entrevista concedida há pouco por telefone ao jornalista Gerson Camaroti, do jornal O Globo.
Em seu discurso na convenção do PMDB, sexta-feira (27) na Universidade Federal do Maranhão, ela antecipou sua decisão ao corrigir uma informação do senador João Alberto (PMDB). Ele afirmou que Roseana poderia voltar a disputar as eleições em outras oportunidades, mas Roseana falou para os militantes que esta possibilidade estaria descartada.
Na semana passada, o senador e pai da governadora, José Sarney, anunciou sua retirada da vida política. Disse que não vai mais disputar as eleições. Roseana disse que não será mais candidata a nenhum cargo para cuidar de sua vida pessoal e familiar e, especialmente, de sua saúde. Esta decisão já havia sido previamente anunciada em abril, quando anunciou que não concorreria ao Senado Federal, como era previsto.
Na conversa com o jornalista, segundo disse Camaroti, Roseana teria dito que prefere sair agora para não perder sua biografia política. Ela foi eleita a primeira governadora do Brasil e desde 1986, quando foi eleita deputada estadual, sempre teve uma participação ativa na política nacional. A família Sarney serviu de sustentação a todos os governos no Palácio do Planalto, com exceção dos dois anos de administração do ex-presidente e agora senador Collor de Mello (AL).

quarta-feira, 25 de junho de 2014

TOCANTINS-POLÍTICA/ELEIÇÕES 2014
Nada impede Marcelo Miranda de ser candidato a governador
Novo presidente do PMDB anuncia que o partido retoma as caminhadas pelo interior do Estado com a presença do ex-governador, o nome que ele considera com as melhores condições para vencer as eleições em outubro.
O novo presidente do PMDB, Leomar Quintanilha, está convicto de que o ex-governador Marcelo Miranda vai ser candidato a governador e vencer as eleições. Para ele não há nada hoje que impeça Miranda de ser candidato. “Não há hoje absolutamente nada que impeça Marcelo de ser candidato a governador. Então nós não temos preocupação com isso, ele vai ser candidato”, declara o presidente, que ressalta que é preciso observar que há outras postulações e o nome que estiver melhor nas pesquisas será escolhido candidato.
O ex-senador diz que não veio para acabar com as divergências internas, pois avalia que elas são ne­cessárias para dar vida ao partido. “Essa crise do PMDB não nasceu agora, ela sempre existiu no partido exatamente porque é um partido grande, plural, e porque é um partido democrático. Agora, o importante é entendermos que a divergência pessoal nunca será maior do que o objetivo principal do partido. O PMDB é maior do que todos nós”, observa o presidente da agremiação, observando que o mais importante é estabelecer o diálogo com a sociedade em busca de um novo projeto para o Tocantins.
Para o presidente o maior problema deste governo é o distanciamento da sociedade. “O povo é sábio e está sofrendo na pele, está sofrendo na carne as dificuldades e o distanciamento da presença do governo nas suas necessidades. Então esse contato vai nos revelar exatamente qual é o caminho que devemos seguir”, defende o presidente, que anuncia que o PMDB vai ganhar as ruas a partir de agora para ouvir a sociedade e traçar a sua estratégia para as eleições.
Qual o balanço da primeira reunião como novo dirigente do PMDB? O que foi decidido?
Foi exitosa essa reunião. É um primeiro contato com os novos membros da executiva regional, em que nós pudemos discutir dois assuntos de relevo. Um foi a situação interna do partido com as questões de natureza administrativas e financeiras, por­que há pendências que estão a requerer a nossa atenção; e o outro tema mais importante é de natureza política, entendemos que é preciso respeitar as divergências, mas também aplacar os ânimos dentro do partido. Creio que estamos obtendo essa compreensão dos mem­bros e o PMDB marcha para encontrar um rumo que lhe permita disputar com convicção, com consciência e com força as eleições que se avizinham.
O PMDB perdeu muito tempo com a crise interna? Agora é preciso correr?
Não tem nada passado de hora ainda. E essa crise do PMDB não nasceu agora, ela sempre existiu no partido exatamente porque é um partido grande, plural, um partido democrático. Agora, o importante é entendermos que a divergência pessoal nunca será maior do que o objetivo principal do partido. O PMDB
é maior do que todos nós. Creio que estamos encontrando finalmente esses rumos que queremos para o PMDB.

Por Ruy Bucar

terça-feira, 24 de junho de 2014

MARANHÃO-ELEIÇÕES 2014
Adversários de Madeira e Flávio Dino tentam a todo custo minimizar o impacto da aliança do PSDB com o PCdo B
Os adversários de Flávio Dino e Madeira bem como os blogs afinados hoje com o projeto do Palácio dos Leões, tentam de todas as maneiras minimizar o impacto da aliança do PSDB com o PC do B aproveitando-se do pouco público da convenção estadual do partido realizada no ultimo Domingo em Imperatriz.  No encontro os tucanos oficializaram o apoio a Flávio,  indicaram o deputado Carlos Brandão como vice e bem como o  apoio a Roberto Rocha para o Senado da República. 
Os mesmos que exploram, à exaustão, o baixo quórum da convenção,  são os  mesmos que ignoraram, há exatamente um mês,  um encontro realizado pelo PSDB de Imperatriz na  “ maçonaria da Rua Alagoas” ,  convocado pelo prefeito Sebastião Madeira,   para marcar o anúncio do apoio a Flávio  e que reuniu quase cinco mil pessoas.
Nunca foi característica do prefeito Madeira, e isso reforça  ainda mais sua liderança,  obrigar funcionário nomeado ou não, a comparecer  a evento político de seu partido; ainda mais num domingo de sol e véspera de uma partida da Seleção Brasileira.  Se fosse o contrário, casa cheia,  estariam dizendo que “ obrigados funcionários da Prefeitura de Imperatriz lotam convenção  do PSDB”. De qualquer maneira haveria exploração. Faz parte do jogo bruto da política. 
A exploração negativa da convenção estadual por parte dos opositores de Madeira é  justamente por causa da liderança que  este exerce nessa banda do Maranhão, senão não mereceria nenhuma linha nos  veículos influenciados pelos seus hoje adversários.  Madeira só se fortalece com esses ataques.
A oposição a Dino e Madeira tenta desesperadamente  tornar pequeno, com os mais diversos artifícios e uso de sua “ máquina de comunicação”   um ato forte,  impactante,  histórico e  de resultados que  foi a convenção que ratificou o apoio a Flávio Dino, governador e Roberto Rocha, senador. O fato da convenção não ter reunido uma multidão pode ter sido tudo, menos   o indicativo de fracasso como  os adversários  tentam passar. 
O encontro  do PSDB  do Maranhão em Imperatriz uniu duas forças partidárias com um ideal comum: proporcionar aos maranhenses  a oportunidade  de fazer história, por meio do voto, e inaugurar no Estado a partir de  janeiro de 2015  um  novo  modelo de governar com a eliminação de privilégios dos grupos que  hoje o exploram politica e economicamente,  em detrimento  de um povo sofrido.
Ao tentar minimizar  a força da convenção do PSDB,  inconscientemente  as forças do atraso e seus tentáculos,  demonstram desespero e preocupação com  o avanço do projeto capitaneado por Flávio Dino, que sem trucagem,  maquiagem ou jogo de marketing, mas com muitas verdades na mente, no coração,  por anda tem devolvido aos maranhenses a esperança de  um Maranhão melhor, justo, e com oportunidades iguais para todos.

Por Élson Araújo-Jornalista


REAJUSTE SALARIAL
Prefeito de Campestre aumenta em 9% o salário de servidores da educação

Após negociação bem sucedida com o Sindicato da categoria, o Prefeito de Campestre Valmir Morais-PT concedeu reajuste de 9% para os servidores da Educação. Projeto de Lei neste sentido está sendo encaminhado á Câmara Municipal para aprovação dos vereadores. Para o prefeito Valmir Morais este aumento é o maior já concedido na região para esta categoria profissional. Em outro ato a prefeitura concedeu a antecipação de metade do 13° salário dos servidores da Educação para ser pago até o dia 10 de julho. Com estas medidas, Valmir Morais cumpre com seu papel de bom gestor e cala a boca de quem sempre quis vê a cidade e seu povo no atraso, inclusive sendo contrários às justas reinvindicações das categorias trabalhadoras, em especial dos educadores. 

APOSENTADORIA
Senador José Sarney anuncia que vai se aposentar e não concorre à reeleição este ano
O senador José Sarney (PMDB-AP) comunicou nesta terça-feira (24/6) em primeira mão à presidente Dilma Rousseff (PT) que não tentará a reeleição, o que, devido à idade do peemedebista, significa que está se aposentando da vida política, iniciada em 1955 pelo então PSD, quando assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados.
A informação foi confirmada por sua assessoria de imprensa e também pelo presidente do PMDB de Amapá, o ex-senador Gilvam Borges. O comunicado à presidente se deu pessoalmente, pois viajaram juntos de Brasília para Macapá, reduto eleitoral de Sarney, para a entrega de residências do programa Minha Casa, Minha Vida. Na ocasião o ex-presidente foi vaiado em cinco momentos por populares que acompanhavam a cerimônia.
“Essa decisão já estava tomada. Comuniquei isso ao meu partido na semana passada. Entendo que é chegada a hora de parar um pouco com esse ritmo de vida pública que consumiu quase 60 anos de minha vida e afastou-me muito do convívio familiar”, disse José Sarney em nota divulgada por sua assessoria de imprensa. Na próxima sexta-feira José Sarney deve se pronunciar oficialmente sobre a aposentadoria durante convenção do PMDB no Amapá.
A informação sobre o encerramento da vida pública do ex-presidente e ex-governador do Maranhão já corria entre familiares e amigos próximos. Aliados dele em Amapá teriam sido informados na última sexta-feira (20), sendo que as discussões quanto à escolha de nomes para ocupar sua vaga no Senado já foram iniciadas.
A principal motivação de Sarney, segundo pessoas próximas, é de cunho familiar. Sua esposa, Dona Marly, encontra-se adoentada, sendo que próprio peemedebista também tem enfrentado problemas de saúde, que se intensificaram após infecção pulmonar que o levou a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) entre 28 de julho e 5 de maio do ano passado.
Ao jornal O Estado de São Paulo a filha de José Sarney e governadora do Maranhão, Roseana Sarney, disse que a família recebe muito bem a decisão do senador, tendo dito ser uma dificuldade para a saúde dele as idas ao Amapá. “Para mim, particularmente, está na hora”, encerrou.
Breve biografia
José Sarney candidatou-se pela primeira vez a um cargo político em 1994, pelo PSD, mas não foi eleito, embora um ano depois tenha assumido uma cadeira na Câmara dos Deputados. Em 1958 saiu do PSD para filiar-se à UDN, sendo então eleito deputado federal por dois mandatos (até 1962). Elegeu-se governador do Maranhão em 1965. A partir de1980 a UDN, partido que chegou a presidir, passou a se chamar PSD. Antes de ser presidente do país ele foi eleito e reeleito senador pelo Arena –– partido que dava sustentação política à ditadura civil-militar. Em 1984, porém, José Sarney se filiou ao PMDB, tendo sido vice na chapa de Tancredo Neves para as eleições de 1985.
Dentre fatos relevantes de seu mandato presidencial estão a instituição do voto dos analfabetos e a promulgação da Constituição Federal de 1988, que se deu por uma Assembleia Constituinte.
A vida política de José Sarney também possui críticas quanto às suspeitas de corrupção, acusações de irregularidades em concorrências públicas e superfaturamento, além do fato de viés político nas concessões públicas de emissoras de rádio e TV no Maranhão. José Sarney deixou a presidência com um dos maiores índices de rejeição já registrados na história brasileira recente.

Atualmente ele é senador pelo Amápa porque o PMDB do Maranhão não lhe deu espaço para concorrer à vaga. O peemedebista foi eleito três vezes senador pelos amapaenses. No atual mandato José Sarney presidiu o Senado.
TOCANTINS/POLÍTICA
Kátia Abreu disse: Coimbra "atende aos interesses" de Siqueira e garante que Marcelo Miranda está elegível

Em entrevista à programa de TV, em  Gurupi, para comentar sobre sua atuação na alteração do edital de duplicação da BR-153, a senadora Kátia Abreu (PMDB) aproveitou para criticar o deputado federal Junior Coimbra (PMDB), que reassumiu a presidência regional do PMDB semana passada e disputa a candidatura ao governo do Estado com o ex-governador Marcelo Miranda (PMDB). A parlamentar afirmou que Coimbra “atende aos interesses do ex-governador Siqueira Campos”, e defende a elegibilidade do ex-governador peemedebista.
Para a senadora, Coimbra tem um acordo firmado com o grupo do ex-governador Siqueira Campos (PSDB) para prejudicar a candidatura de Marcelo Miranda e a sua pretensão de se reeleger ao Senado. “Esse deputado federal está atendendo ao pedido do Siqueira Campos. O que ele [Coimbra] quer, na verdade, é tirar o Marcelo Miranda e a Kátia Abreu do jogo, porque é a única forma que ainda podem sonhar uma esperança remota de ganhar a eleição no dia 5 de outubro”, avaliou.

Coimbra descumpriu acordo

Kátia Abreu disse que a executiva nacional da legenda deve intervir na direção estadual, porque o deputado federal Junior Coimbra teria descumprido o acordo entre as alas. “A executiva nacional do PMDB não vai aceitar essa afronta, porque o Junior Coimbra, que não tem palavra e nunca teve, descumpriu a palavra para a executiva nacional. Ele descumpriu escandalosamente a sua palavra quando retornou ao PMDB [à presidência] e quando assegura seu nome como pré-candidato”, confirmou a parlamentar na entrevista concedida um dia antes da intervenção da executiva nacional no diretório do Tocantins, o que ocorreu no final da manhã de quarta-feira, 18.
A senadora peemedebista argumenta que a baixa aceitação nas pesquisas do nome Junior Coimbra como governador do Estado – de 3% a 4%, segundo a parlamentar – seria a comprovação de que o deputado federal está com o grupo de Siqueira Campos. “Sua intenção [de disputar o Palácio Araguaia] é apenas para atender os interesses do ex-governador Siqueira Campos e todo o seu grupo”, afirmou Kátia Abreu.

Marcelo elegível


A peemedebista também saiu em defesa de Marcelo Miranda, e garantiu que o ex-governador está elegível. “O Marcelo pode ser candidato. Passaram-se oito anos, ele já cumpriu a sua condenação”, explicou. Na entrevista, Kátia ainda pediu para os tocantinenses não “terem medo” porque “a justiça divina e a justiça dos homens vão se efetivar”. “Nós [Kátia e Marcelo] somos candidatos e o Marcelo é elegível”, assegurou a senadora.